Eventos Astronômicos

Veja os meteoros registrados na chuva Geminídeas

Aconteceu nesta noite entre quinta e sexta-feira, o pico da chuva de meteoros Geminídeas – a última de 2018. O chuveiro é causado pelo asteroide 3200 Faetonte, que deixa um rastro de detritos pelo espaço e nesta época do ano a Terra passa por ele e entram em nossa atmosfera a velocidades altíssimas, causando os rastros brilhantes conhecidos como “estrelas cadentes”.

Apesar do pico ter acontecido nesta madrugada, a chuva ainda persiste até o dia 17, mas com menor intensidade. Seu radiante, ou seja, o local onde os meteoros parecem sair é na constelação de Gêmeos. Não é necessário nenhum equipamento para observar, fazendo uso apenas do seus olhos.

Nós da Mistérios do Espaço também realizamos uma live que durou quase a noite inteira. Usando uma câmera participante da Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoros (BRAMON), em 8 horas registramos 26 incríveis meteoros em uma única direção. Para resumirmos essas horas de live, fizemos esse vídeo compilando todos os meteoros capturados. Confira:

O ano está acabando e com ele os eventos astronômicos também. Essa chuva foi incrível e serviu para fechar 2018 com chave de ouro! Em 2019 teremos outros fenômenos incríveis e nós da Mistérios do Espaço estaremos aqui para divulgá-los para vocês.

Alexsandro Mota

Nordestino, um grande amante da astronomia e divulgador científico há quase uma década. Sou o criador do projeto Mistérios do Espaço e dedico meu tempo a tornar a astronomia mais acessível.