Saiba onde você pode cursar e trabalhar com astronomia no Brasil

Admirar o universo é incrível, sem sombra de dúvidas. Mas admirá-lo com uma gama de conhecimento maior é melhor ainda, afinal, você ficará por dentro dos fenômenos que ocorrem no cosmos. A astronomia é difundida desde a antiguidade, e essa ciência incrível cabe a estudar fenômenos envolvendo os corpos celestes. E você pode ser um profissional na área.

astronomy

Apesar do pouco incentivo científico no Brasil, o curso de astronomia existe em algumas universidades públicas. Você se tornando astrônomo, realizará pesquisas do universo e dos corpos que existem nele, analisando suas características físicas e também a composição de sua superfície. Utiliza também modelos físicos para explicar fenômenos do cosmos.

As aplicações dos estudos podem variar para diversas áreas. Tendo utilidades aeroespaciais e até marítimas. Oportunidades de emprego para astrônomos existem em empresas de telecomunicação, como controladores de satélites. Os profissionais da área também podem ser contratados por universidades, observatórios, planetários e até mesmo museus de ciências.

Além disso, é possível que o astrônomo atue na divulgação científica ministrando mostras e exposições em palestras nos planetários.

O curso em si é de Bacharelado e possui duração de 4 anos. A grade inclui disciplinas de Cosmologia, Astrofísica, Planetas e Sistemas Planetários e Análise de Dados em Astronomia. No Brasil, como citamos logo acima, existem três instituições que oferecem o curso, elas são: Universidade Federal do Sergipe (UFS), Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Para grande parte de nós, amantes da astronomia, fazer esse curso é um sonho. Você pretende? Conta pra gente!

Natural de Conceição do Coité, na Bahia, estudante de Comunicação Social, com ênfase em Rádio e TV, trabalha com divulgação científica na internet e é o fundador do projeto Mistérios do Espaço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *