Novo objeto foi descoberto no sistema solar

Um novo objeto trans-netuniano foi descoberto pelos astrônomos na busca de um hipotético planeta massivo muito além da órbita de Netuno. O pequeno corpo é chamado 2015 TG387 (apelidado de “O Duende”) e atualmente está 80 vezes mais distante do Sol do que a Terra, verdadeiramente na borda do Sistema Solar.

O anúncio foi feito pelo Minor Planet Center da União Astronômica Internacional. A aproximação mais próxima do objeto ao Sol, seu periélio, é de cerca de 65 unidades astronômicas (UA), onde 1 UA é a distância Terra-Sol. Apenas dois outros corpos no Sistema Solar têm um periélio mais distante, o Planetoide 2012 VP113 e o planeta anão Sedna. Mas 2015 TG387 têm uma órbita mais excêntrica indo incrivelmente mais longe da estrela.

As imagens do 2015 TG387. Ele é o objeto se movendo no centro.

“Acreditamos que pode haver milhares de pequenos corpos como o TG387 2015 nas margens do Sistema Solar, mas a distância deles torna muito difícil encontrá-los”, disse o pesquisador David Tholen, da Universidade do Havaí.

As órbitas desses pequenos objetos trans-netunianos têm peculiaridades semelhantes. Todos atingem o periélio aproximadamente no mesmo ponto do céu. Isso fez com que os pesquisadores suspeitassem que algo estava influenciando esses objetos e, nos últimos anos, surgiu a ideia da existência de um Planeta Nove.

Não há evidências conclusivas de que o Planeta Nove exista mesmo, mas a simulação mostrou que sua presença garantiria a estabilidade da órbita do 2015 TG387 enquanto o Sistema Solar existir. A evidência para o Planeta Nove permanece circunstancial, mas se estiver lá fora, estamos nos aproximando dele. [IFLS]

Natural de Conceição do Coité, na Bahia, estudante de Comunicação Social, com ênfase em Rádio e TV, trabalha com divulgação científica na internet e é o fundador do projeto Mistérios do Espaço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *