Foram detectadas 72 novas emissões de rádio vindas do espaço

Um grande número de novos sinais foram descobertos vindo da famosa fonte de rádio FRB 121102. Pesquisadores do projeto de busca por inteligência extraterrestre (SETI) encontraram 72 rajadas de rádio rápidas que haviam sido perdidas em detecções anteriores.

As explosões rápidas de rádio (FRBs) estão entre os fenômenos mais misteriosos do cosmos. Elas são extremamente poderosas, gerando tanta energia quanto centenas de milhões de sóis. Mas também são extremamente curtas, durando apenas milissegundos; e a maioria só ocorre uma vez, sem aviso prévio.

Isso significa que não podem ser previstas. Então não é como se os astrônomos pudessem planejar observações. Eles são detectados acidentalmente em observações de rádio do céu.

Exceto por uma fonte. O FRB 121102 é um indivíduo especial – porque desde a sua descoberta em 2012, ele foi surpreendido várias vezes como a única fonte FRB conhecida por se comportar “de forma constante”. Como sabemos que é uma fonte repetida de FRBs, isso significa que podemos tentar capturá-lo mais vezes.

Nos 400 terabytes de dados dessa observação, os pesquisadores descobriram 21 FRBs usando algoritmos de computador padrão. Mas o poderoso novo algoritmo usado para analisar novamente os dados sugere que o FRB 121102 é muito mais ativo e possivelmente complexo do que se pensava inicialmente.

O algoritmo conseguiu “ver” 72 sinais não detectados anteriormente, elevando o número total que os astrônomos observaram do objeto para cerca de 300 detecções.

Apesar de ser pouco provável que sejam emitidos por extraterrestres, a busca incansável por um resposta continua. Até lá, vamos torcer para que os astrônomos consigam ótimos resultados. [ScienceAlert]

Natural de Conceição do Coité, na Bahia, estudante de Comunicação Social, com ênfase em Rádio e TV, trabalha com divulgação científica na internet e é o fundador do projeto Mistérios do Espaço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *