Eventos Astronômicos,Planetas

Explosão de sonda em Saturno poderá ser vista da Terra

A Sonda Cassini está se aproximando do seu fim, onde mergulhará na atmosfera de Saturno e produzirá uma espécie de show de fogos de artifício. E o evento poderá ser visto da Terra, porém, observá-lo será um desafio.

A sonda alimentada por energia nuclear foi lançada em 1997 para estudar profundamente Saturno e sua misteriosas luas. Cassini chegou em 2004, orbitou Saturno e transmitiu dados e imagens para a Terra desde então. Os cientistas adorariam manter a missão de US$ 3.26 bilhões, mas o robô tem uma quantidade muito baixa de propelente para ser controlada com segurança.

Screenshot_5

Estender a missão arriscaria que a Cassini – contaminada com vestígios de bactérias terrestres – caísse em Enceladus ou Titã. Estas duas luas de Saturno escondem oceanos de água e podem ser habitáveis ou até mesmo hospedar vida alienígena.

À medida que a NASA se prepara para perder uma das suas sondas espaciais mais importantes, muitos amantes do espaço estão se perguntando se os últimos momentos da Cassini serão visíveis da Terra, a 930 milhões de quilômetros de distância.

E a resposta é sim, será visível. Quando a Cassini mergulhar na atmosfera externa de Saturno a cerca de 76,000 mph, ela deve produzir rajadas de luz. Porém, isso será um tanto difícil de ver da Terra por alguns motivos.

Primeiro, as partes mais brilhantes da explosão estarão no ultravioleta – o mesmo comprimento de onda da luz que pode causar queimaduras solares. Como a camada de ozônio da Terra absorve esse tipo de luz, vai tornar a tarefa de ver o evento um pouco mais complicada.

Outro desafio é que os dois nexos de controle da Cassini – a NASA e a Agência Espacial Européia – não vão ver o evento no escuro da noite, porque no momento da entrada da sonda, vai estar de dia nos lugares.

Mas calma, lembre-se que o espaço é o lugar ideal para gravar essa morte ardente da Cassini, já que o sol e a atmosfera da Terra não estarão no caminho. Então, a equipe da missão Cassini pediu à NASA que use o Telescópio Espacial Hubble para olhar para Saturno a procura desse evento histórico.

Mas eu poderei observar? Bom, se você tiver telescópios profissionais e morar no Hemisfério Sul, sim, poderá tentar ver. “Talvez o último tanque de combustível queime e seja iluminado de repente e nós poderemos ver isso. Eu acho que definitivamente vale a pena arriscar”, disse Linda Spilker, cientista do projeto Cassini e cientista planetário da NASA.

O evento de entrada no planeta já está ocorrendo, mas a imersão na atmosfera está prevista para dia o 15 de setembro. [ScienceAlert]

Alexsandro Mota

Nordestino, um grande amante da astronomia e divulgador científico há quase uma década. Sou o criador do projeto Mistérios do Espaço e dedico meu tempo a tornar a astronomia mais acessível.