Cratera com formato peculiar revela passado de Marte

Uma nova imagem deslumbrante do Mars Reconnaissance Orbiter (MRO) da NASA nos dá uma ótima e divertida visão dos efeitos da água quando Marte ainda era um mundo quente e úmido, há mais de 3,5 bilhões de anos.

As pessoas descreveram a cratera como parecida com um girino. Ela foi formada por um impacto de meteorito e possui algo entre 150 e 200 metros de diâmetro. A cauda foi criada mais tarde, quando a água encheu a cratera e jorrou para o lado.

extra_large-1518177230-cover-image

“Ao estudar essas imagens em detalhes, os cientistas podem entender melhor a força da água que inundou os canais e entender melhor a história da atividade da água nesta região de Marte”, afirmou a NASA em um comunicado de imprensa.

A imagem aqui está em uma escala de 25 centímetros por pixel. O mapa está orientado, o que significa que o Norte está para cima. A imagem foi disparada pela câmera de Experiência em Ciência de Imagem de Alta Resolução (HiRISE) a bordo da sonda espacial.

O MRO é uma nave espacial multiuso com uma ampla gama de instrumentos. Possui várias câmeras que foram usadas para mapear a superfície de Marte, um radar para ver um pouco abaixo da superfície e um espectrômetro para estudar minerais. Os dados abundantes da missão ajudaram a descobrir o desconhecido, como um grande depósito de gelo. E as milhares de imagens proporcionaram algumas visões únicas de Marte. [IFLS]

Sou natural de Conceição do Coité, na Bahia e atualmente trabalho com a divulgação científica na internet, principalmente nas páginas Universo Racionalista e Mistérios do Espaço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *