Asteroide perigoso passou raspando o nosso planeta

Quase! Chamado de 2017 VR12, o asteroide foi detectado em novembro de 2017 e é estimado em cerca de 500 metros. É um asteroide de tipo Apollo, uma classe de 8.000 asteroides que atravessam a nossa órbita regularmente e orbitam o Sol a cada 585 dias. Passou o nosso planeta a uma distância de 1,44 milhões de quilômetros e agora continua a sua jornada através do Sistema Solar.

extra_large-1520436562-cover-image

2017 VR12 é classificado como um Asteroide Potencialmente Perigoso pela NASA. Isso inclui quaisquer rochas que excedam 140 metros de tamanho e aproximam-se de 7,5 milhões de quilômetros da Terra. Requisitos que o VR12 se encaixa perfeitamente.

Esta é a passagem conhecida mais próxima (deste asteroide) até 2216, quando chegará um pouco mais perto – mas ainda não perto o suficiente para se preocupar. Mas isso não quer dizer que não há outra rocha como essa por aí vindo em nossa direção.

Com as novas técnicas de observação desses objetos, ouvir sobre os asteroides que voam perto da Terra já virou rotina. Apesar de alguns deles estarem a  milhões de quilômetros do nosso planeta, não quer dizer que um realmente um dia venha a cair na Terra. E não podemos descartar a possibilidade de que a qualquer momento seja descoberta uma rocha em rota de colisão.

Uma passagem como essa do asteroide é um lembrete dos perigos que existem lá em cima. Apesar das histórias falsas de fim de mundo envolvendo esses objetos, não devemos recuar. [IFLS]

Natural de Conceição do Coité, na Bahia, estudante de Comunicação Social, com ênfase em Rádio e TV, trabalha com divulgação científica na internet e é o fundador do projeto Mistérios do Espaço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *