5 telescópios bons e baratos para quem está iniciando

Observar o céu é uma das melhores atividades que você pode realizar durante a noite – e até mesmo durante o dia. Contemplar a imensidão cósmica apenas a olho nu já pode proporcionar uma ótima sensação, mas imagina ter uma ajudinha nisso? É o principal objetivo de um instrumento óptico.

O telescópio foi inventado por Galileu Galilei no começo dos anos 1600, desde lá encanta a todos que já tiveram a oportunidade de observar em um. Ver o cosmos mais de perto pode ser assustador e incrível ao mesmo tempo, um sentimento de pequenez misturado com maravilhamento.

Muitas pessoas planejam adquirir um aparelho como esse, no entanto, não fazem a miníma ideia de qual escolher. Basicamente, existem telescópios de dois tipos: Refratores e Refletores. Há uma certa dificuldade dizer qual é o melhor, mas no final das contas, os dois acabam ficando equivalentes.

A diferença entre ambos é que os Refratores são basicamente telescópios compostos por lentes e os Refletores são compostos por espelhos. Resumidamente falando, o que vai definir se um é melhor que outro é a qualidade dos materiais usados na fabricação, pois ambos possuem características favoráveis e nem tão favoráveis. Os Refratores, por exemplo, possuem mais chances de ter aberração cromática (distorção na imagem) do que os Refletores, por outro lado, os Refletores podem não ter uma boa estabilidade na hora de observar. Isso acontece porque as lentes dividem a luz em vários comprimentos de ondas, o que prejudica as imagens nos Refratores.

Tendo isso em vista, vamos tentar ser claros e objetivos para responder a pergunta mais recorrente aqui na Mistérios do Espaço: Qual telescópio devo escolher? Não entraremos em termos mais técnicos sobre os equipamentos indicados, já que nossa intenção aqui é ser o mais didático possível, levando em conta que são pessoas que estão iniciando nas observações. Vamos aos modelos.

Celestron 60az

Preço em média: R$ 600 à 700

De acordo com a própria marca, o modelo PowerSeeker 60AZ  foi construído pensando nos inciantes da astronomia. Produzido com materiais de excelente qualidade, o modelo da Celestron refrator garante estabilidade nas observações. O modelo possui uma abertura de 60mm, o que permite a entrada de quantidade considerável de luz, possibilitando a visualização de objetos celestes com boa clareza.

Sky-Watcher BK 767AZ1

Preço em média: R$ 700 à 900

Assim como a Celestron, a Sky-Watcher é também sinônimo de qualidade. O modelo possui uma abertura de 76mm, dando um upgrade na clareza da imagem em relação ao modelo 60az. O 767AZ1 é fácil de montar e muito acessível para quem está iniciando, conta com espelhos aluminizados e revestidos.

Sky-Watcher Virtuoso Heritage

Preço em média: R$ 1.500 à 1.800

Esse modelo da Sky-Watcher é sensacional. Além de ser muito compacto e simples de manusear, o aparelho conta com acompanhamento motorizado, o que deixa a imagem nítida e sem vibrações. A desvantagem é que esse telescópio é de mesa, ou seja, sua montagem necessita de uma literalmente uma mesa para ficar alta o suficiente. Possui 114mm de abertura, o que possibilita uma imagem excelente dos objetos celestes.

Celestron 50az

Preço em média: R$ 300 à 450

Você está achando os telescópios acima ainda caros? Bom, esse modelo da Celestron é barato e não perde a qualidade. Praticamente a mesma coisa do 60az, o 50 possui uma abertura de 50mm, o que pode deixar a imagem do astro não tão clara. Mas com esse telescópio, você conseguirá ver as crateras da Lua e até algumas luas de Júpiter.

Sky-Watcher Dobsoniano 203mm

Preço em média: R$ 2.900 à 3.000

Esse com certeza não é um telescópio para quem tem pouco espaço. Com uma abertura de 203mm, o Sky-Watcher consegue mostrar imagens com uma definição incrível dos mais variados astros. A desvantagem é o seu tamanho e peso, o que pode dificultar no transporte e na hora de guardá-lo.

Existem telescópios dos mais variados preços no mercado, alguns chegando até mais de 100 mil reais. Mas claro, nem todo mundo é a NASA para conseguir comprar tais equipamentos, mas esperamos que faça uma boa escolha baseado nesses exemplos que mostramos aqui. Boas observações!

Natural de Conceição do Coité, na Bahia, estudante de Comunicação Social, com ênfase em Rádio e TV, trabalha com divulgação científica na internet e é o fundador do projeto Mistérios do Espaço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *