Galáxias

5 fatos extraordinários sobre a Galáxia de Andrômeda

A Galáxia de Andrômeda é um dos corpos celestes mais famosos. Ela está localizada a 2.537.000 anos-luz da Terra e é pode atá ser vista em noites muito escuras. A galáxia um dia irá colidir com a nossa Via Láctea e as duas vão fundir em uma só. Como se não bastasse esses fatos interessantes, a galáxia ainda guarda outras curiosidades.

1: Maior que a nossa galáxia

Andromeda-and-Moon

A Galáxia Andrômeda têm um diâmetro aproximado de 220.000 anos-luz, que é mais que o dobro da Via Láctea. Se fosse suficientemente brilhante, Andrômeda pareceria maior do que a Lua no céu (como na imagem acima), mesmo com o fato de estar muito mais distante.

2: Trilhões de estrelas

Na Via Láctea estima-se que existam entre 100 bilhões e 400 bilhões de estrelas, mas a Galáxia de Andrômeda possui cerca de um trilhão de estrelas. O Telescópio espacial Hubble da NASA descobriu uma grande e rara população de estrelas quentes e brilhantes como parte desses trilhões.

3: Buracos negros

iStock-509689284

Andrômeda já teve nove buracos negros conhecidos, mas esse número pulou para 35 em 2013. Os astrônomos observaram 26 novos buracos negros na galáxia, que é o número de buraco negros já encontrados em uma galáxia que não é nossa. A maioria desses novos buracos negros tem cerca de cinco a dez vezes a massa do nosso Sol.

4: Já foi confundida com uma nebulosa

Uma nebulosa é uma enorme nuvem de gás, poeira, hidrogênio, hélio e plasma, e é o lugar onde as estrelas nascem. As galáxias distantes muitas vezes foram confundidas com essas nuvens maciças. Em 1924, o astrônomo Edwin Hubble anunciou que a nebulosa espiral Andrômeda era realmente uma galáxia e que a Via Láctea não era a única galáxia do universo.

5: Tem um núcleo duplo

Andromeda-double-nucleus

Outro fato interessante sobre a Galáxia Andrômeda é que contém um núcleo duplo. Ambos os núcleos contêm alguns milhões de estrelas densamente compactas, e são separados por apenas cinco anos-luz. O primeiro núcleo é conhecido como P1, enquanto o segundo é conhecido como P2. [ListVerse]

Alexsandro Mota

Nordestino, um grande amante da astronomia e divulgador científico há quase uma década. Sou o criador do projeto Mistérios do Espaço e dedico meu tempo a tornar a astronomia mais acessível.