Vazamento de ar na ISS foi causado por uma pessoa

Na semana passada, astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS) acordaram com uma mensagem preocupante do controle de voo. Escondido em algum lugar a bordo da ISS havia um pequeno vazamento de pressão que lentamente permitia que o ar vazasse da nave para o espaço.

Os seis astronautas a bordo não estavam em perigo iminente, embora a localização do vazamento fosse a maior prioridade do dia. A tripulação dos EUA se agachou no segmento russo e isolou todos os compartimentos um por um.

O buraco.

E então um buraco de dois milímetros foi finalmente descoberto no próprio segmento russo. E enquanto esse buraco pode não parecer muito grande, se nada tivesse sido feito para consertá-lo, ele teria privado a ISS do ar em apenas 18 dias.

O buraco foi imediatamente selado com um tipo especial de fita para os astronautas ganharem algum tempo para uma solução permanente. Enquanto isso, uma comissão especial foi criada pela Corporação Espacial do Estado Russo para investigar a causa da ruptura. O que eles acharam foi inesperado.

A princípio, parecia provável que o pequeno orifício tivesse vindo de um impacto de micrometeoróide. A teoria foi apoiada pelo ex-astronauta Scott Kelly, que explicou que esse tipo de coisa acontece o tempo todo. “Nós evitamos muitos nos últimos 20 anos”, explicou.

Mas à medida que a investigação avançava, o buraco começou a parecer cada vez mais como não veio de fora, mas de dentro. “Estamos considerando todas as teorias”, disse Dmitry Rogozin, diretor da Roscosmos. “A ideia de impacto de um meteorito foi rejeitada porque o casco da espaçonave foi evidentemente impactada por dentro”, disse ele.

Então, as coisas começaram a ficar mais sombrias. Estaria alguém tentando sabotar a ISS? Uma foto, lançada pela NASA e depois misteriosamente deletada, revela o que parece estranhamente um furo. “Foi feito por uma mão humana – há vestígios de uma broca que desliza ao longo da superfície”, confirmou Rogozin.

Rogozin assegurou à mídia e ao público que a agência espacial russa estava fazendo tudo o que podia para encontrar o culpado. “É uma questão de honra encontrar o responsável por isso, descobrir se foi um defeito acidental ou uma deterioração deliberada e onde foi feito – seja na Terra ou no espaço”, disse ele.

Outra fonte anônima confirmou que o buraco foi acidentalmente perfurado por um trabalhador da empresa russa, que decidiu esconder o erro com um selo ao invés de reportá-lo.

Depois disso, não houve mais nenhuma declaração da Roscocosmos sobre as últimas alegações de que o trabalhador é o responsável. O que resta agora é aguardar as cenas dos próximos capítulos. [ScienceAlert]

Natural de Conceição do Coité, na Bahia, estudante de Comunicação Social, com ênfase em Rádio e TV, trabalha com divulgação científica na internet e é o fundador do projeto Mistérios do Espaço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *