Planetas

Trinta milhões de páginas da história humana são enviadas à Lua

Na semana passada, um arquivo de 30 milhões de páginas da história humana e da civilização foi lançado a bordo de uma espaçonave dirigida à Lua. A chamada “Biblioteca Lunar” é um pequeno dispositivo de nanotecnologia que se assemelha a um DVD, e pretende ser um “plano de backup” para que tudo que aprendemos como seres humanos não se perca no tempo. A empreitada foi desenvolvida pela Arch Mission Foundation.

Panorama da Lua.

O dispositivo está instalado no lander Beresheet, de Israel, que foi lançado na semana passada e deverá pousar na Lua em abril. Composto por 25 discos de níquel, cada um com 40 mícrons de espessura, o arquivo é construído para resistir às condições do espaço. Ele contém uma infinidade de tipos de dados explicando “nós”, traduzindo, os humanos.

Os discos contêm milhares de imagens de páginas de livros, fotos, ilustrações, documentos, a Wikipédia em inglês, livros inteiros, manuais científicos e uma chave que explica idiomas e traduções entre eles. Esta biblioteca também contém músicas, textos e desenhos infantis relacionados à história e cultura de Israel.

É o terceiro de uma série de arquivos que compõem a iniciativa Billion Year Archive. O projeto pretende colocar cópias desses dados em vários lugares da Terra e no espaço, para que as informações tenham mais chances de sobreviver bilhões de anos no futuro. O dispositivo contém texto maior que pode ser lido facilmente com uma lupa simples e textos e fotos menores que podem ser acessados ​​usando apenas microscópios e tecnologia mais poderosas. [LiveScience]

Alexsandro Mota

Nordestino, um grande amante da astronomia e divulgador científico há quase uma década. Sou o criador do projeto Mistérios do Espaço e dedico meu tempo a tornar a astronomia mais acessível.