Planetas

Sonda tira foto de objeto a 6 bilhões de quilômetros de distância

O New Horizons da NASA completou com sucesso seu sobrevoo em Ultima Thule, um objeto celeste a 6,6 bilhões de quilômetros da Terra, o mundo mais distante já explorado. Ele tem, curiosamente, o formato de um amendoim com 15 à 35 quilômetros, parece ser um único objeto, mas pode ser possível que seja dois orbitando muito próximos um do outro. Com as informações atuais, os pesquisadores não podem confirmar seus parâmetros exatos, como o seu período de rotação, mas eles estão tentando obter o máximo de ciência possível.

A equipe espera que as primeiras imagens de alta resolução sejam recebidas pela NASA Deep Space Network nas próximas horas. Nos próximos dias, o Ultima Thule passará desse ponto pixelado e extremamente amendoado para um objeto detalhado, flutuando muito além das órbitas dos planetas conhecidos do Sistema Solar.

“A New Horizons se apresentou na mais distante exploração de qualquer mundo na história – mais de 6 bilhões de quilômetros do Sol”, disse o pesquisador principal Alan Stern, do Southwest Research Institute. “Os dados que temos parecem ser fantásticos e já estamos aprendendo sobre o Ultima. A partir daqui, os dados ficarão cada vez melhores!”, concluiu ele.

A próxima conferência de imprensa com mais dados do Ultima Thule está marcada para o dia 2 de janeiro. O conjunto completo de dados levará 20 meses para ser baixado. [IFLS]

Acompanhe nossa página para qualquer nova atualização.

Continue lendo...