Planetas

Sonda japonesa pousa com sucesso em asteroide

A espaçonave japonesa Hayabusa 2 pousou com sucesso no asteroide Ryugu e conseguiu coletar uma pequena amostra de material para trazer de volta à Terra para análise. Nesta quinta-feira, 21 de fevereiro, a nave aterrissou no asteroide e atirou em Ryugu. Essa estratégia foi concebida para produzir pequenas nuvens de poeira de asteroides a serem coletadas pela Hayabusa.

A nave não descansa na superfície. Ele se aproxima do solo com uma espécie de tubo que dispara balas a 300 metros por segundo. As partículas liberadas pelo impacto são coletadas pela sonda. Até agora, a sonda coletou duas amostras. No total, ela irá coletar três.

Menos de duas horas após a coleta, Hayabusa recebeu o sinal de para voltar à órbita de levantamento em torno do asteroide. Quando ela voou, tirou uma foto (veja acima) mostrando as marcas no chão alienígena onde estava. O terreno coberto de cascalho não é nada do que os pesquisadores esperavam. Eles pensaram que o chão de Ryugu seria coberto em um pó fino.

A terceira coleta de amostras está prevista para abril. A espaçonave disparará um projétil de cobre de 2,5 quilos usando uma carga explosiva de propelente a uma distância de 500 metros. Espera-se que crie uma cratera de 2 metros de largura (6 pés) e liberte muito material.

Uma vez que a terceira amostra é coletada, a espaçonave continuará suas observações científicas. A Hayabusa 2 já aterrissou com sucesso três rovers na superfície de Ryugu em 2018. Um quarto será lançado em julho de 2019. No final do ano, a Hayabusa 2 acionará seus motores e começará a retornar à Terra. Está programada para chegar em dezembro de 2020. [IFLS]

Alexsandro Mota

Nordestino, um grande amante da astronomia e divulgador científico há quase uma década. Sou o criador do projeto Mistérios do Espaço e dedico meu tempo a tornar a astronomia mais acessível.