Planetas

NASA cancela caminhada espacial só com mulheres

No início deste mês, a NASA causou uma onda de animação ao anunciar a primeira caminhada espacial só de mulheres na história. Agora, estão tendo que voltar atrás depois de perceber que eles só têm um traje espacial do tamanho certo para as duas mulheres atualmente a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS).

As astronautas Anne McClain, à esquerda, e Christina Koch, à direita. (Créditos: NASA)

Nesta sexta-feira, 29 de março, as astronautas Anne McClain e Christina Koch deveriam deixar a ISS para substituir baterias de níquel-hidreto por versões mais avançadas de lítio em uma das matrizes solares da estação. A missão era ser a primeira vez que duas mulheres andavam juntas no espaço.

Agora, a NASA reconheceu que o evento não ocorrerá “em parte” por causa da falta de roupas de tamanho adequado. Em vez disso, Koch irá com Nick Hague. Ambas as mulheres  possuem uma vantagem por um fato de possuir um tronco superior de tamanho médio, do qual a ISS só tem um traje pronto para vestir nesses ajustes.

Como as duas mulheres ainda farão caminhadas espaciais, o revés para a causa da igualdade em órbita é pequeno. Além de tirar uma vitória simbólica, no entanto, a razão para a mudança serve como um lembrete do modo como as barreiras para as mulheres na ciência podem ser sutis e inesperadas.

Embora Valentina Tereshkova tenha se tornado a primeira mulher no espaço em 1963, dois anos após o voo de Yuri Gagarin, foram 19 anos até que outra mulher deixasse a atmosfera da Terra, período em que muitos homens tiveram a mesma oportunidade. A primeira caminhada espacial por uma mulher não ocrreu até 1984, mas os números estão subindo rapidamente, a classe de astronautas da NASA de 2013, em que Koch e McClain estavam, era metade feminina.

A missão de Koch e Haia ainda terá muito apoio feminino. Tanto a diretora de voo principal quanto a principal controladora de voo serão mulheres. [IFLS]

Continue lendo...