Há boas e más notícias para a possibilidade de vida em Alpha Centauri

Os astrônomos descobriram que algumas das estrelas mais próximas da Terra podem ser alguns dos lugares melhores para a vida – embora seja uma má notícia para outra.

Apresentando suas descobertas recentemente na 232ª reunião da American Astronomical Society em Denver, Colorado, os pesquisadores usaram o Observatório de Raios-X Chandra da NASA para estudar o sistema Alpha Centauri, o sistema estelar mais próximo da Terra a apenas 4,4 anos-luz.

Sistema Alpha Centauri.

Sistema Alpha Centauri.

Este sistema contém três estrelas, duas estrelas semelhantes ao Sol chamadas Alpha Centauri A e B, e uma terceira anã vermelha chamada Alpha Centauri C (ou Proxima Centauri). A equipe descobriu que quaisquer planetas orbitando as duas primeiras provavelmente não seriam atingidos por grandes quantidades de radiação de raios X de suas estrelas.

Ainda não sabemos de nenhum planeta ao redor dessas duas estrelas, apesar de uma falsa detecção anterior em torno de Alpha Centauri B. Mas a proximidade com a Terra torna-os tentadores para futuros estudos, então descobrir se algum planeta pode ser habitável é fundamental.

“Por ser relativamente próximo, o sistema Alpha Centauri é visto por muitos como o melhor candidato para explorar sinais de vida”, disse Tom Ayres, da Universidade do Colorado. “A questão é, vamos encontrar planetas em um ambiente propício à vida como a conhecemos?”, concluiu ele.

A equipe realizou esta pesquisa estudando as estrelas com Chandra a cada seis meses desde 2005. As medições de longo prazo mostraram o ciclo de atividade de raios X em torno de A e B, que foi comparado ao ciclo de manchas solares de 11 anos do Sol.

A equipe descobriu que, para a estrela A, a quantidade de raios X era realmente melhor para a vida do que o nosso próprio Sol, com os planetas recebendo menos radiação do que nossos planetas aqui. A estrela B era apenas um pouco pior, um fator de cinco vezes maior.

Infelizmente, não é uma boa notícia para Proxima Centauri. A equipe descobriu que, como é uma estrela anã vermelha ativa que frequentemente envia raios de raios X, é provavelmente hostil à vida, algo que já foi considerado antes. Nós conhecemos um planeta lá e ele é o Proxima b, que orbita muito mais perto do que o Mercúrio do nosso Sol. Infelizmente, planetas na zona habitável ao redor desta estrela recebem cerca de 500 vezes mais raios-X do que a Terra e 50.000 vezes mais durante um grande clarão da estrela.

Então, se estamos procurando mundos habitáveis neste sistema, parece que Alpha Centauri A e B podem ser as melhores apostas. [IFLS]

Natural de Conceição do Coité, na Bahia, estudante de Comunicação Social, com ênfase em Rádio e TV, trabalha com divulgação científica na internet e é o fundador do projeto Mistérios do Espaço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *