Eventos Astronômicos

Em breve você poderá ver uma nova “estrela” no céu noturno

Mayak é um satélite russo que se tornará um dos pontos mais brilhantes do céu noturno. E agora, estamos a apenas duas semanas do seu lançamento.

O pequeno satélite tem a forma de um cubesat, aproximadamente o tamanho de um pão. Foi lançado em um veículo Soyuz 2.1v na sexta-feira, 14 de julho, do Cosmodrome de Baikonur no Cazaquistão.

extra_large-1498663547-cover-image
Impressão artística do Mayak.

Uma vez em órbita, a cerca de 600 quilômetros de altura, o satélite é projetado para desdobrar um refletor solar em forma de pirâmide gigante. O objetivo é que este satélite brilhe mais brilhante do que qualquer outra estrela no céu noturno. Para fazer isso, seu refletor feito de Mylar (semelhante aos cobertores térmicos) abrangerá 16 metros quadrados e é 20 vezes mais fino do que o cabelo humano.

Acredita-se que o satélite brilharará com uma magnitude (uma medida de brilho) de cerca de -3,6. Isso tornaria o quarto objeto mais brilhante no céu após o Sol, a Lua e Vênus.

Embora possa ser um projeto interessante, isso não é necessariamente uma coisa boa. Muitos programas de astronomia dependem de ver todo o céu noturno, e ter uma estrela errante pode ser um problema.

“Nós lutamos tão duro para termos céus escuros dentro e ao redor do nosso planeta”, disse Nick Howes, um astrônomo e ex-diretor do Kielder Observatory em Northumberland. “Vendo isso ser potencialmente arruinado por algo absurdos e complexo, meu coração simplesmente se desespera”, concluiu ele.

Alex Shaenko, o líder do projeto, disse que “não será um problema”, acrescentando que “há muitas naves espaciais no céu noturno, algumas até mais brilhantes do que Mayak”. Isso é verdade até certo ponto, mas muitos desses satélites podem ser facilmente rastreados e corrigidos.

Por sua vez, os engenheiros que estão por trás desse projeto esperam que incentive as pessoas a se envolverem no espaço. Ele vai voar em vários locais diferentes, por isso pode ser visto por muitas pessoas. Eles ressaltam que o objetivo do projeto é a popularização da “astronáutica e pesquisa espacial na Rússia” e o aumento da “atratividade da educação científica e tecnológica entre os jovens”.

E você, leitor? O que acha desse projeto? Será algo interessante de ver no céu ou atrapalhará os astrônomos em suas observações? [IFLS]

ATUALIZAÇÃO 18/07: Para saber quando ele vai passar pela sua cidade e onde ele está passando neste exato momento, veja a localização ao vivo clicando aqui. A data abertura do satélite ainda não foi informada, mas fique ligado pois tudo indica que será nos próximos dias.

Continue lendo...