Eventos Astronômicos

Cometa verde será visível no céu nos próximos dias

A Terra estará recebendo uma visita celestial esta semana na forma do cometa C/2018 Y1 Iwamoto. Este pedaço cintilante de gelo e minerais em tons de verde já é visível no céu noturno através de telescópios e até mesmo de binóculos. Este cometa em particular só foi descoberto há alguns meses pelo astrônomo amador Masayuki Iwamoto – e a rocha gelada é calculada para levar 1.371 anos para orbitar o Sol em um caminho elíptico esticado.

Foto belíssima do cometa. (Imagem: Rolando Ligustri)

O mais próximo que o C/2018 Y1 Iwamoto chegará a nós será a uma distância de 45 milhões de quilômetros, isto é 2,5 minutos-luz, ou cerca de 118 vezes mais longe que a Lua. Graças ao seu brilho verde incrível, você pode identificá-lo usando um binóculos simples.

Mas é melhor ser rápido: este astro está viajando em torno do Sistema Solar a aproximadamente 238.000 km/h. Não vai ficar aqui para sempre. O cometa acabou de passar o Sol, e aqui na Terra ele será visto viajando através das constelações de Leão, Câncer e Gêmeos, antes de deixar a nossa visão e disparar para os confins do Sistema Solar novamente. Use a estrela Regulus como referência para achá-lo, conforme a representação das constelações abaixo.

Vale ressaltar, que as constelações ficam ótimas de observar a partir das 21h (horário de Brasília).

Tecnicamente, é conhecido como um Objeto Trans-Netuniano Extremo, uma coleção de objetos muito além de Plutão – chegando talvez a cinco vezes mais longe do Sol do que o planeta anão. Nós realmente encorajamos você a sair e tentar achar o C/2018 Y1 Iwamoto enquanto passa por aqui, afinal, ele não está programado para retornar ao Sistema Solar interno até o ano de 3390. [ScienceAlert]

Continue lendo...