Astrônomos criam o maior mapa do universo

Uma colaboração internacional de astrônomos lançou um mapa incrível do universo que se concentra na distribuição das estruturas de grande escala. O objetivo é aprender o máximo que pudermos sobre a expansão do universo e como isso influenciou onde galáxias e estrelas terminaram no espaço.

O feito foi parte do Extended Baryon Oscillation Spectroscopic Survey (eBOSS). Os astrônomos mediram a distância e a localização de 147.000 quasares. A luz desses quasares é de 12 bilhões de anos atrás e isso fornecerá detalhes importantes sobre como o universo mudou ao longo do tempo.

NASA.

NASA.

“Quasares são brilhantes e isso os torna os objetos ideais para usar na produção do maior mapa do Universo”, disse Ashley Ross da Ohio State University.

Os pesquisadores estão observando uma característica importante do Big Bang, as chamadas oscilações acústicas bariônicas. Quando o universo ainda era muito jovem, a matéria densa e quente era confundida por ondas e essas ondas estavam congeladas quando a luz estava finalmente livre de matéria 380.000 anos após o Big Bang.

Essas ondas congeladas influenciaram como as galáxias são distribuídas e, trabalhando suas propriedades, podemos aprender mais sobre a misteriosa força que se acredita responsável pela acelerada expansão do universo.

“Mesmo que nós entendemos como funciona a gravidade, ainda não sabemos tudo – ainda há a questão do que exatamente é a energia escura”, disse Will Percival, cientista e professor de cosmologia na Universidade de Portsmouth.

A energia escura é um mistério fascinante e intrigante. Foi proposto há pouco mais de duas décadas que ela explicaria como o universo estava se expandindo e, embora se estime que compõem mais de 70% do universo, sabemos muito pouco sobre ela.

Pesquisas como o eBOSS estão fornecendo mais e mais pistas sobre sua verdadeira natureza. Futuros telescópios como o DESI (Instrumento Espectroscópico de Energia Escura) e a missão Euclid da Agência Espacial Europeia irão ainda mais longe para nos dar uma história mais completa do universo. [IFLS]

Sou natural de Conceição do Coité, na Bahia e atualmente trabalho com a divulgação científica na internet, principalmente nas páginas Universo Racionalista e Mistérios do Espaço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *