Planetas

Robô da NASA registra dois eclipses solares em Marte

Os eclipses solares são incríveis de se ver na Terra, mas é claro que não somos o único planeta a tê-los. O rover Curiosity da NASA, atualmente na superfície do planeta vermelho, capturou não um, mas dois eclipses, como as duas luas de Marte, Phobos e Deimos, passando na frente do Sol no mês passado.

Quando o Curiosity pousou em Marte em 2012, levou consigo o que o Laboratório de Propulsão a Jato da NASA (JPL) chama de “eclipse sunglasses” (óculos de sol eclipsados), filtros que permitem que sua câmera olhe diretamente para a estrela.

(Créditos: NASA/JPL-Caltech)

Em 17 de março, a câmera MastCam usou isso e registrou a menor lua de Marte, Deimos, passando na frente do Sol. Deimos é apenas uma lua minúscula, em forma irregular e parecendo mais um asteroide do que uma lua. Ela é muito pequena, com apenas 2,3 quilômetros de diâmetro.

(Créditos: NASA/JPL-Caltech)

Em 26 de março, o Curiosity também registrou Phobos, o irmão mais velho de Deimos, eclipsando o Sol. Phobos é muito mais impressionante que Deimos de várias maneiras. É maior, com 11,5 quilômetros de extensão, e orbita Marte três vezes por dia a partir de 6 mil quilômetros de distância, mais perto do que qualquer outra lua de seu planeta no Sistema Solar.

Na verdade, Phobos está se aproximando de Marte a de 1,8 metros a cada 100 anos. Nesse ritmo, o satélite natural irá colidir com Marte ou se transformar em um anel de detritos em cerca de 50 milhões de anos.

(Créditos: NASA/JPL-Caltech)

Mas o rover não parou por aí. Na animação acima, seu instrumento Navcam registrou o escurecimento dos céus da superfície de Marte, no exato momento em que Phobos passou em frente ao Sol. Incrível! [IFLS]

Alexsandro Mota

Nordestino, um grande amante da astronomia e divulgador científico há quase uma década. Sou o criador do projeto Mistérios do Espaço e dedico meu tempo a tornar a astronomia mais acessível.