Galáxias

Objeto supermassivo é encontrado atrás da Via Láctea

Através da névoa espessa de nossa galáxia, os astrônomos avistaram uma das maiores estruturas já descobertas no Universo. Chamado de superaglomerado da Vela, o objeto recém-descoberto é um grupo enorme de vários aglomerados de galáxias, cada um contendo centenas ou milhares delas.

 
“Eu não podia acreditar que uma grande estrutura de tal porte iria aparecer de forma tão proeminente”, disse Renée Kraan-Korteweg, um astrofísico da Universidade de Cape Town, na África do Sul. Pode ser difícil de acreditar que um enorme objeto como esse poderia passar despercebido, mas faz mais sentido quando você considerar onde todos nós vivemos.

58337ba6ba6eb620008b5ad5-904

A Via Láctea é a nossa casa galáctica.Ela abriga mais de 100 bilhões de estrelas, trilhões de planetas e nuvens de gás e poeira. Buracos negros, formações de sistemas solares alienígenas ou exoplanetas potencialmente habitáveis, é só alguns exemplos do que acontece na nossa galáxia.

Mas se você é um astrônomo tentando ver além da Via Láctea e para o Universo mais profundo, todo este material pode atrapalhar.

 
Utilizando dados de vários telescópios, Kraan-Korteweg e seus colegas combinaram diversas observações. Usando esses dados, eles calcularam o quão rápido cada galáxia que viram acima e abaixo do plano galáctico estava se afastando da Terra. Logo eles perceberam que todas elas pareciam estar se movendo juntas – indicando uma grande quantidade de galáxias.

 
Os pesquisadores estimam que o superaglomerado da Vela é aproximadamente a mesma massa do Superaglomerado Shapley, de cerca de 8.600 galáxias, que está localizado a cerca de 650 milhões de anos-luz de distância. [ScienceAlert]

Alexsandro Mota

Nordestino, um grande amante da astronomia e divulgador científico há quase uma década. Sou o criador do projeto Mistérios do Espaço e dedico meu tempo a tornar a astronomia mais acessível.