Planetas

Astrônomos descobrem dois novos planetas

Os astrônomos poloneses acabaram de descobrir dois novos planetas em nossa galáxia. A notícia já é legal por si só, mas esses planetas são diferentes da maioria. Ao contrário de quase todos os planetas conhecidos, esses dois planetas não orbitam uma estrela. Em vez disso, eles vagueiam sem rumo através do espaço vazio frio e morto do espaço.

Esses planetas que flutuam livremente são mais difíceis de detectar do que aqueles que orbitam estrelas – muitas descobertas planetárias acontecem quando um astrônomo olha para o céu e diz “ei, o que é aquilo passando na frente daquela estrela?” Mas isso não é uma opção aqui.

Para identificar esses dois novos errantes, os astrônomos da Universidade de Varsóvia usaram uma técnica chamada microlente gravitacional. Sua pesquisa, descreve como eles usaram a técnica para encontrar pontos onde a luz de estrelas distantes foi deformada e distorcida pela força gravitacional de um planeta que através do caminho da sua luz.

Como a evidência desses dois planetas é tão circunstancial, os cientistas não sabem ao certo o tamanho deles. Dependendo de quão longe eles estão, foi observado que um dos planetas poderia estar entre duas a 20 vezes a massa de Júpiter. O outro é de 2,3 a 23 vezes mais massivo que a Terra.

Os cientistas que descobriram esses planetas não querem descartar a possibilidade de serem habitáveis. Mas sem a luz e o calor de uma estrela próxima, isso parece improvável. De qualquer forma, os pesquisadores sugeriram que pode haver mais desses pequenos solitários do que o número de estrelas na galáxia – com melhores pesquisas da galáxia, poderemos encontrar mais e mais em um futuro próximo. [ScienceAlert]

Continue lendo...