Asteroide passará raspando a Terra em poucos dias

Fiquem atentos, terráqueos. Um asteroide está prestes a fazer uma aproximação com a Terra. Ele é chamado 3200 Pheethon, com o nome do filho mitológico grego de Helios. A má notícia é que, na mitologia grega, Phaethon quase incendiou a Terra e teve que ser destruída.

asteroide

A boa notícia é que este asteroide provavelmente não nos trará problemas quando ele passar por nosso planeta no dia 16 de dezembro. Mas isso nos proporcionará uma oportunidade emocionante de estudar essa pedra à medida que ela viaja pelo espaço.

“Esta será a melhor oportunidade para observações de radar deste asteroide e esperamos obter imagens detalhadas”, disse a NASA .”As imagens devem ser excelentes para obtermos um modelo 3D detalhado”, concluiu a agência.

Phaethon (o asteroide) possui cerca de 5 quilômetros de diâmetro, tornando-se o terceiro maior asteroide potencialmente perigoso para a Terra. Foi descoberto em 1983 pela NASA, com sua última aproximação em 2007. Desta vez, o asteroide passará dentro de 10 milhões de quilômetros de nosso planeta. Isso é um pouco perto, cerca de 27 vezes mais do que a Lua, mas longe do suficiente para causar um alarme. No entanto, está mais perto do que em 2007.

“A aparição de 2017 é a mais próxima da Terra desde a descoberta do asteroide, por isso pode ser visível para observadores detectarem novas atividades”, disse a NASA. Curiosamente, pensa-se que Phaethon é responsável pela chuva de meteoros anual de Geminídeas em 13 e 14 de dezembro, devido a semelhanças entre sua órbita e os meteoros.

Mas as chuvas de meteoros geralmente são causadas por cometas, que possuem a característica cauda. Os asteroides não tem, então é possível que Phaethon esteja se quebrando.

Então, este próximo passe para a Terra vai ser bastante emocionante. Há uma série de abordagens mais próximas nos próximos séculos, porém (o próximo é 2050), com o mais próximo chegando em 14 de dezembro de 2093. Phaethon passará dentro de 3 milhões de quilômetros de nosso planeta. Não há com o que se preocupar com essas passagens, por enquanto. [IFLS]

Sou natural de Conceição do Coité, na Bahia e atualmente trabalho com a divulgação científica na internet, principalmente nas páginas Universo Racionalista e Mistérios do Espaço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *