Eventos Astronômicos

Assista ao vivo o eclipse solar total desta terça-feira

Ao contrário dos eclipses lunares, os solares acontecem quando a Lua entra na frente do Sol e oculta seu brilho. Esse fenômeno pode acontecer de forma total, anular e parcial – onde na ordem a Lua oculta totalmente a luz, a Lua deixa apenas visível um “anel de fogo” do Sol ou, por fim, nosso satélite natural entra parcialmente na frente da estrela. E é esse último que muitos brasileiros verão nesta terça-feira, 2 de Julho.

Região de visibilidade. (Créditos: Time and Date)

O eclipse solar parcial será visível nas cidades e seus arredores de Brasilia (27%), Rio Branco (32%), Manaus (5%), Goiânia (27%), Cuiabá (33%), Campo Grande (47%), Porto Alegre (58%) e Florianópolis (39%). O evento vai iniciar próximo ao pôr do sol após às 17h (horário de Brasília). Pessoas localizadas no nordeste não vão observar pois o eclipse inicia-se quando o Sol já sumiu no horizonte nesta região. Em países como Argentina e Chile poderão ver o eclipse em sua totalidade máxima.


O uso de telescópios ajuda muito a ver detalhes do eclipse, no entanto, todo cuidado é pouco. Quando trata-se de ver o Sol por algum instrumento óptico é necessário o uso de filtros adequados, pois olhar diretamente pode causar sérios problemas de visão e até cegueira. Da mesma forma, busque não ficar encarando o Sol mesmo a olho nu. Você poderá também assistir ao vivo em nosso canal às 15h30min (horário de Brasília).

Infelizmente, quando trata-se de eclipse solar total em solo brasileiro, acontecerá somente em 2045, mas, por enquanto, podemos admirar mesmo de forma parcial.

Alexsandro Mota

Nordestino, um grande amante da astronomia e divulgador científico há quase uma década. Sou o criador do projeto Mistérios do Espaço e dedico meu tempo a tornar a astronomia mais acessível.