Eventos Astronômicos

Acontece neste sábado a primeira Lua cheia no perigeu do ano

É sabido que as órbitas dos planetas não são perfeitamente circulares, possuindo um formato levemente oval. Esse tipo de órbita é conhecida como “elíptica”, e, em determinadas épocas do ano pode levar a Terra levemente mais próxima do Sol ou mais longe. E graça a essa característica orbital, o satélite natural terrestre estará um pouco mais perto neste sábado, 08/02.

Em sua trajetória ao redor da Terra, a Lua demora cerca de 27,5 dias para completar um movimento de translação. Em determinadas época do mês, o satélite natural pode chegar mais perto ou longe, graças a caraterística oval das órbitas elípticas. O ponto mais próximo que ela pode chegar é conhecido como “perigeu” e o mais distante “apogeu“. Dependendo do ponto da órbita, as pessoas chamam a aproximação e afastamento de “superlua” ou “microlua”.

Órbita lunar no Apogeu e Perigeu. (Créditos: NASA)

Superluas ocorrem quando a Lua está em perigeu – o ponto mais próximo da Terra. Microlua são o oposto, ocorrendo no apogeu – quando a Lua está mais distante da Terra.

Estando a cerca de 358 mil quilômetros da Terra, a Lua poderá aparecer um pouco mais brilhante e maior no céu. Obviamente, não é esperado nada exagerado visualmente. É esperado ficar cerca de 14% maior no céu e poderá brilhar também até 30% mais do que o normal.

O nascer da Lua estará acontecendo pouco antes da 18h e o fenômeno é visível a noite inteira. É um momento interessante para registrar o satélite natural, bem como observá-lo a olho nu.

Alexsandro Mota

Nordestino, um grande amante da astronomia e divulgador científico há quase uma década. Sou o criador do projeto Mistérios do Espaço e dedico meu tempo a tornar a astronomia mais acessível.