O que existe abaixo das nuvens de Júpiter?

Júpiter é o maior planeta do Sistema Solar e é composto basicamente de hidrogênio e hélio. Na atmosfera de Júpiter, esses elementos são gases. No entanto dentro do planeta, o hidrogênio pode ser líquido, ou até mesmo um tipo de metal. Essas mudanças podem ocorrer devido as altíssimas temperaturas e pressões encontradas no núcleo.

Imagine que você nadou até o fundo do oceano pacífico. Você sentiria uma pressão de 16.000 libras exercida em seu corpo, o que seria comparado a um peso de 4 carros. No centro de Júpiter essa pressão seria muito maior. Você sentiria 650 milhões de libras de pressão pressionando cada centímetro quadrado de seu corpo, o que seria equivalente ao peso de 160 mil carros em todas as direções do seu corpo.

Os cientistas não têm 100% de certeza do que você poderia ver abaixo das nuvens. Pode ser que o planeta tenha um núcleo sólido maior que a Terra. No entanto, é pensado que poderia ser mais como uma sopa grossa e fervente.

Atualmente temos a missão Juno da NASA que está arduamente a procura destas respostas. Ela já fez muitas novas descobertas sobre Júpiter. E os cientistas esperam que em breve iremos descobrir se o núcleo do planeta gigante é sólido ou não.

Como se não bastasse, a Juno também registra imagens impressionantes de Júpiter. Abaixo você pode conferir rapidamente algumas delas.

Juno20184

Juno20185

Juno20186

Juno20187

Juno20182

Simplesmente incrível! Vamos esperar que a sonda Juno estude mais Júpiter e nos ajude a desvendar os maiores mistérios do planeta. E um dia iremos finalmente saber o que há por trás destas belíssimas nuvens. [NASA]

Sou natural de Conceição do Coité, na Bahia e atualmente trabalho com a divulgação científica na internet, principalmente nas páginas Universo Racionalista e Mistérios do Espaço.

Um comentário sobre “O que existe abaixo das nuvens de Júpiter?

  1. Gian Campos

    Interessante. Pensava que o núcleo de Júpiter era igual a superfície: gás e mais gás.

    Mas, após ler este artigo e descobrir que o núcleo pode ser sólido, me veio uma dúvida: como os gases da superfície não se juntam no núcleo pra formar hidrogênio líquido se lá não ocorre fusão?

    Tipo assim, não tem nada que empurre os gases da superfície para fora, ao meu ver, assim, não deveria tudo se concentrar no núcleo por causa da gravidade?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *