Três asteroides passarão próximos da Terra nesta quarta-feira

Neste exato momento, existem cerca de 15.000 pedaços de rocha orbitando preocupantemente perto da Terra. E conforme relatado pela NEOShield, um centro internacional de pesquisas para lidar com ameaças de impacto para a Terra, os asteroides 2006LH, 2010XN e 2006XD2 estão todos indo em direção ao nosso Terra.

O primeiro é o menor, com apenas a 45 metros de diâmetro e está se deslocando a uma velocidade de 9,4 km/s. O terceiro, têm 260 metros de comprimento, e é de longe o mais maciço. Movendo-se a 13,6 km/s, é também o mais rápido deles.

extra_large-1482242355-cover-image

Vamos apenas supor que o 2006XD2 é um asteroide rochoso, com uma composição mineral mais ou menos a do basalto. Vamos supor também que ele seja esférico. Ambas são simplificações enormes, mas só com isso podemos estimar quanto o 2006XD2 liberará em energia cinética caso ele atingisse um continente na Terra.

Isto significa que 2006XD2 tem uma massa de cerca de 30.000 milhões de kg, e o impacto liberaria 2,8 quintilhões de joules de energia. Sim, isso é muito. É ainda mais de 100.000 vezes menos energia do que o impacto do asteroide que matou os dinossauros há 66 milhões de anos atrás.

Mas não se preocupe! Apesar de muitos meios de comunicação afirmarem que eles vão causar acidentes – o que é mais que justo em termos de distância astronômica – as distâncias que vão estar em suas maiores aproximações não vale a pena ficar ansioso sobre um possível impacto.

O pequeno 2006LH está a 14,5 vezes a distância Terra-Lua, e o grande 2006XD2 estará passando a 18,9 vezes a distância Terra-Lua. [IFLS]

Sou natural de Conceição do Coité, na Bahia e atualmente trabalho com a divulgação científica na internet, principalmente nas páginas Universo Racionalista e Mistérios do Espaço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *