Quase fomos atingidos por um asteroide esta semana

Na manhã de segunda-feira (11/01), uma rocha espacial tão grande quanto um prédio de 10 andares passou raspando pela Terra. O asteroide, chamado de 2017 AG13, foi descoberto somente no sábado, pela Universidade do Arizona.

Tendo entre 15 e 34 metros de comprimento, o AG3 de 2017 estava se movendo a 16 km/s e a quase metade da distância Terra-Lua.

content-1484067992-slooh

O que teria acontecido se o asteroide tivesse entrado em nossa atmosfera?

De acordo com um simulador de impacto de asteroides, se uma rocha como essa atingisse a Terra em um ângulo de 45 graus, teria explodido, liberando cerca de 700 quilotons de energia – dezenas de vezes mais poderosa do que a bomba atômica detonada sobre Hiroshima.

Mas como a explosão teria ocorrido a uma distância de cerca de 16 km de altura, provavelmente não teria tido muito efeito no solo.

No entanto, de acordo com Observatório Slooh, o 2017 AG3 têm “aproximadamente o mesmo tamanho que o asteroide que atingiu Chelyabinsk, na Rússia em 2013”, onde causou estragos como janelas quebradas e edifícios danificados. [IFLS]

Sou natural de Conceição do Coité, na Bahia e atualmente trabalho com a divulgação científica na internet, principalmente nas páginas Universo Racionalista e Mistérios do Espaço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *