O exoplaneta HAT-P-7b pode ter nuvens e ventos feitos de rubis e safiras

Os cientistas detectaram sistemas meteorológicos de um gigantesco planeta gasoso fora do Sistema Solar (quanto o planeta encontra-se fora do Sistema Solar, é denominado “exoplaneta”) e dizem que as nuvens e os ventos do exoplaneta parecem ser de rubis e safiras.

Isso pode soar bonito, mas com temperaturas de aproximadamente 2.500 ℃ alguns minerais que dão pedras preciosas aqui na Terra seriam vaporizados por completos por causa da atmosfera.

“É um inferno!”, disse um dos pesquisadores, David Armstrong, da Universidade de Warwick, a Kate Lunau no Motherboard.

(Foto: Mark Garlick/University of Warwick).

(Foto: Mark Garlick/University of Warwick).

O exoplaneta em questão, chamado HAT-P-7b, está a mais de mil anos-luz de distância da Terra e é 500 vezes mais massivo.

Localizado na constelação do Cisne, o exoplaneta é classificado como “Júpiter quente” — uma subclasse de gigantes gasosos que são semelhantes em tamanho, massa e composição a Júpiter, mas eles [os planetas da subclasse “Júpiter quente”] orbitam próximos das estrelas, e por conta disso têm temperaturas mais altas.

Os cientistas observaram quatro anos do sistema meteorológico do exoplaneta HAT-P-7b. “Com este cronograma de quatro anos, podemos olhar profundamente os planetas.“, disse Hannah Wakeford para o  New Scientist.

Segundo os pesquisadores, as nuvens podem ser feitas de corindo, uma forma cristalina de óxido de alumínio que faz rubis e safiras; ou perovskita, um mineral de óxido de cálcio e titânio usado para fazer célula solar.

O estudo foi publicado na Nature Astronomy. [ScienceAlert].

 

Sou baiano, tenho 16 anos e sou fascinado pelo Cosmos.

2 comentários sobre “O exoplaneta HAT-P-7b pode ter nuvens e ventos feitos de rubis e safiras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *