Astrônomos encontram estrela devoradora de planetas

Estudar o Sol nos permitiu entender muito sobre como funcionam as estrelas, mas outras estrelas também podem fornecer pistas sobre o nosso companheiro quente. Para ajudar com isso, os astrônomos estão estudando gêmeos solares, estrelas que se parecem com o nosso Sol

Entre vários deles, uma equipe internacional de cientistas descobriu um exemplo horrível: uma estrela comendo seu próprio planeta. O objeto, conhecido como HIP 68468, é orbitado por dois planetas e é de 6 bilhões de anos, tornando-se 20% mais velho do que nosso próprio Sistema Solar.

As observações mostram restos de um ou mais planetas espalhados pela atmosfera da estrela. A equipe viu metais refratários e lítio, mas ambos – especialmente o lítio – deveria ter sido consumidos ao longo da vida da estrela.

Artist's impression of the engulfment of a planet

“A descoberta aprofunda nossa compreensão da evolução dos sistemas planetários”, disse o Professor Debra Fischer, da Universidade de Yale..

O sistema, localizado à 300 anos-luz da Terra, ainda tÊm dois exoplanetas sobreviventes. O primeiro é três vezes a massa da Terra, e o segunda é 50% mais pesado do que Netuno. Mas, enquanto os grandes planetas do nosso Sistema Solar estão localizados longe do Sol, estes dois orbitam muito perto de sua estrela.

O super-Terra orbita a HIP 68468 em apenas três dias, e o outro está a uma distância comparada a de Vênus com o Sol.

Enquanto uma estrela comendo seu próprio planeta parece ser algo surreal, isso não significa que vai acontecer com o nosso Sistema Solar. Ao mesmo tempo, este é um lembrete de que as estrelas guardam muitos segredos. [IFLS]

Sou natural de Conceição do Coité, na Bahia e atualmente trabalho com a divulgação científica na internet, principalmente nas páginas Universo Racionalista e Mistérios do Espaço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *